Agricultura

Assinado protocolo de intenções para aderir ao Sisbi-POA

Município está entre os dois do Vale do Taquari a encaminhar o pedido junto ao Consisa

O casal Zilda Regina da Costa e Paulo Gottardi, de Linha Perau, proprietários de uma agroindústria de Mel, encaminharam o pedido de adesão ao Sisbi-POA no fim de 2013. “Como não conseguimos, depois aderimos ao Susaf, para conseguir vender em outros municípios.”

A adesão ao novo modelo de inspeção, segundo Zilda, representaria um aumento de até 30% nas vendas. “Temos uma grande rede de supermercados de Santa Catarina que está interessada em vender nosso produto, sem falar dos demais clientes que transitam pelo BR-386, enxergam a agroindústria, compram e depois pedem para enviar por transportadora e não podemos. Ter o Sisbi seria uma grande conquista.”

Outra mudança será o atestado de qualidade. Conforme Zilda, o Susaf garante apenas o certificado dentro do RS e muitos clientes levam o mel para outros Estados do Brasil. “Mesmo sabendo de todo cuidado e que estamos dentro da legislação vigente, temos receio de uma hora dar algum problema com a fiscalização e sermos penalizados.”

O casal possui aproximadamente 1.200 caixas e mais alguns parceiros produtores espalhados em todo Vale do Taquari e mais alguns fora, sempre em regiões mais altas ou longe de lavouras. Por ano a produção chega a 45 mil quilos. 

 

Novas oportunidades

O prefeito Fábio Mertz (PP) e o Secretário da Agricultura Diego Bazzo participaram da assinatura do protocolo de intenções junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que visa formalizar os compromissos pactuados no Projeto de Ampliação de Mercados de Produtos de Origem Animal para Consórcios Públicos de Municípios (ConSIM).

“Somos, além de Doutor Ricardo, o único município do Vale do Taquari a demonstrar interesse em receber orientação e capacitação para conseguir a adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA). Representa novas oportunidades de mercado para nossas agroindústrias, mais empregos e renda”, destacam.

O protocolo foi assinado pelo presidente do Consisa e prefeito de Itapuca, Marcos José Scorsatto, e pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes. Pelo consórcio do Vale do Taquari também participaram da cerimônia o diretor executivo, Nilton da Silva Rolante. A cerimônia ocorreu na tarde de ontem, na 45ª Expointer, em Esteio.

“Estar entre os 28 consórcios selecionados para participar de todo este processo mostra a seriedade e a preocupação com a qual tratamos a questão da inspeção sanitária”, frisa Scorsatto.

 

Excelência na inspeção 

Para a médica veterinária Simone Dadall, é um passo e desafio muito importante para o Sistema de Inspeção Municipal (SIM). “Iremos qualificar ainda mais o serviço, buscando a equivalência do mesmo com a inspeção federal. O Sisbi eleva o nível de excelência da inspeção, sempre com o objetivo final de levar um produto seguro e de qualidade ao consumidor.”

As próximas etapas consistem em capacitar e preparar os Serviços de Inspeção vinculados aos consórcios e o assessoramento técnico para as agroindústrias de produtos de origem animal pelo período de 12 meses.

Para obter a equivalência dos seus serviços de inspeção junto ao Mapa, é preciso comprovar que as medidas de inspeção higiênico-sanitária e tecnológica praticadas permitem avaliar a qualidade e inocuidade dos produtos de origem animal com a mesma eficiência do Ministério da Agricultura.

As agroindústrias de carnes, leite, pescados, ovos, mel e respectivos derivados estarão aptos a comercializar seus produtos em todo o território nacional.

 

Fotos Divulgação